24.07.2017

O Endurista

Descubra qual é o perfil dos apaixonados por Enduro e as características necessárias para se destacar no esporte

O Enduro reúne centenas de apaixonados Brasil afora. Entre amadores e profissionais, todos eles têm algumas características em comum. Não é à toa que quem pratica a modalidade, é conhecido como endurista. Saiba mais sobre o perfil de quem escolhe o Enduro Equestre.

- Espírito de Equipe: ninguém pratica o Enduro sozinho. A dinâmica do esporte exige que o cavaleiro conte com o apoio de pessoas que não estão montadas no cavalo para aumentar suas chances de vitória. Um bom endurista confia na sua equipe e está sempre disposto a ajudar os outros competidores, ainda que sejam seus concorrentes. 

- Respeito ao cavalo e à natureza: se o Enduro é praticado em equipe, tenha certeza que seu animal será sempre seu maior companheiro e aliado. Uma máxima entre os veterinários é que o cavalo de Enduro deve ser cuidado para viver muito no esporte. Portanto, é importante treinar o cavalo e realizar as provas respeitando os limites do animal, para que ele te acompanhe nas trilhas por muitos anos. Vale lembrar, também, que a natureza é parte fundamental do esporte. Quem pensa no futuro do Enduro pensa na preservação e cuidado com as trilhas.

- Preparação física: um bom endurista sabe que pensar em sua preparação física é pensar no bem-estar do seu cavalo. Os cavaleiros se preparam de acordo com seus objetivos. Aqueles que realizam provas de distâncias menores, entre 20 e 40km, geralmente fazem uma preparação mais simples, que pode se resumir a caminhadas frequentes. Mas quem faz provas maiores se dedica a uma preparação mais específica que leva em conta, principalmente, quatro elementos: 

            *Reforço abdominal: os músculos abdominais e paravertebrais, quando bem trabalhados, permitem a retidão da coluna vertebral. Além de evitar lesões e dores lombares, dorsais e cervicais, o reforço abdominal ajuda a manter um galope em suspensão confortável por um longo período.

            * Resistência: Física e mental. O endurista precisa estar preparado para um esforço de longa duração. Geralmente, os cavaleiros recorrem a outras atividades físicas, além do hipismo, para manter os treinos durante a semana e aumentar sua resistência.

            * Maleabilidade e Leveza: O cavaleiro de enduro precisa estar o mais confortável possível durante o percurso. Quanto mais flexibilidade, menos dores musculares e menor o risco de cãibras durante a prova. 

            * Propriocepção: a percepção do próprio corpo no espaço. O endurista precisa ter uma ótima noção espacial, não apenas do próprio corpo, mas especialmente, do corpo do conjunto cavalo-cavaleiro. A propriocepção é muito importante na prevenção de quedas e essencial para a estabilidade da posição do cavaleiro durante a prova.

- Concentração:  é um elemento essencial para o endurista. Como é o cavaleiro que guia o cavalo, ele deve estar sempre atento ao piso, pedras, buracos e desníveis, a fim de evitar lesões e manqueiras do seu animal. Além disso, o endurista precisa saber lidar com o estresse antes e durante as provas para tentar passar tranquilidade ao cavalo.

- Organização: Somado a tudo isso, o endurista deve priorizar a organização da sua equipe. Como as provas são longas e costumam acontecer longe do centro de treinamento, é necessário se organizar para levar todos os equipamentos do cavalo e do cavaleiro. Relembre o checklist do que não pode faltar no dia de prova.

Sobrou alguma dúvida ou tem alguma sugestão de aspectos do perfil dos enduristas que são essenciais para a prática do esporte? Conta pra gente pelo apoio@chevaux.com.br

 

Referência: 
L´Endurance Haras Blue Ride – Virginie Atger