11.09.2017

Nutrição de Equinos

Por que consultar um nutricionista pode fazer diferença nos resultados do seu cavalo?

Quando o assunto é alimentação, é importante entender que cada cavalo precisa ser avaliado de forma única, mas hoje vamos introduzir o assunto de forma geral e apresentar algumas referências para quem busca se aprofundar no tema.

A definição da dieta diária dos cavalos é diretamente ligada com as atividades realizadas por cada animal, assim como outros fatores, como seu peso, raça e temperamento. O tipo de manejo e vida que o animal leva também vai influenciar. Por exemplo, um grupo de éguas que vivem no pasto pode levar uma alimentação mais homogênea. Mas quando o animal vive em baia e, principalmente, é um atleta, a alimentação se torna um ponto cada vez mais importante e primordial para quem busca aliar saúde e performance.

Segundo o especialista em nutrição, André Cintra, "o ideal seria sempre pedir o auxílio de um nutricionista. Ele vai procurar otimizar o máximo possível a relação do que o animal necessita com o que ele tem para ofertar". Ou seja, apesar de todos os médicos veterinários estarem habilitados a fazer uma consultoria sobre a alimentação dos seus cavalos, quando o assunto é melhora de perfomance, os especialistas no assunto são os mais indicados para ajustar essa "sintonia fina".


A base da alimentação dos cavalos é o capim, além da água e o sal mineral. De acordo com a atividade do animal, é preciso complementar sua alimentação com ração ou suplementos 

O que pode dar errado com uma nutrição inadequada? Algumas doenças são causadas pela alimentação e manejo inapropriado dos alimentos ofertados aos animais, mais um motivo para dar atenção a este tópico. "A doença mais grave e corriqueira é a cólica. Mas é importante reforçar que ela não é normal. A cólica é comum por conta do mal manejo e alimentação. Quando ela ocorre é um indicativo de que tem algo errado", comenta André. Além da cólica, os cavalos podem apresentar problemas de desenvolvimento, musculares, de claudicação e má formação de ossos, no caso de potros em crescimento.   

Para quem tem interesse em saber mais, uma grande referência no assunto é o livro de David Frape, "Nutrição e Alimentação de Equinos", que vem sendo muito utilizado por veterinários e estudantes desde sua primeira versão, publicada em 1986. As obras do veterinário e professor André Cintra também prometem esclarecer o tema. Em “Alimentação Equina”, o autor fala sobre as diferentes fontes de energia para os cavalos e também o porquê dos cavalos em diferentes fases etárias precisarem de uma alimentação específica. Outra leitura interessante para os criadores é “O Cavalo: Características, Manejo e Alimentação”, que vai abordar, além do tema da nutrição, outros aspectos que devem ser levados em consideração quando se trata de saúde e bem-estar dos cavalos.

 

 

Referências:

Meio Rural 

Calbos Saúde Animal 

Desempenho - Instituo Homo-Caballus

Amazon - Nutrição e Alimentação de Equinos