13.11.2017

Marcus Ehning

Conhecido e respeitado pela calma e técnica de equitação, conheça o cavaleiro que foi citado como referência na série Simbiose

Sua reputação é de nunca perder a cabeça e manter o temperamento calmo mesmo quando o resultado não é favorável. Quem conferiu o quinto episódio da série Simbiose, com Marcos Ribeiro dos Santos, com certeza vai ver uma semelhança entre os cavaleiros neste e ponto e, provavelmente, compreender porque o cavaleiro alemão foi citado como referência do paulista Marquinhos.

Ehning começou a montar com 7 anos em um pônei chamado Narmit, que muitos anos mais tarde também iria ser a primeira montaria de seus três filhos. Rapidamente aprendeu a lidar e se ajustar aos diferentes tipos de cavalos e desde o início foi muito ambicioso e dedicado. A prova disso? O inusitado prêmio especial que recebeu, ainda jovem, quando continuou disputando mesmo depois de cair três vezes em um mesmo concurso.

Com o pônei chamado Starlight começou sua carreira internacional e levou títulos do campeonato europeu em 1990 e 1991. Aos 16 anos passou a montar cavalos adultos e teve três importantes animais, com os quais conquistou o ouro no campeonato europeu quatro vezes durantes seus anos nas categorias Junior e Young Rider.

 

Marcus Ehning e Plot Blue nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, quando levaram o ouro por equipes e 4º lugar individual

Apesar dos vários títulos importantes, entre eles o ouro por equipes nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, Ehning não cita nenhum cavalo como sua montaria principal e sempre faz questão de que nenhum de seus animais assuma um papel de destaque no estábulo. Em entrevista ao portal World of Showjumping, ele explica: “Você precisa ter um conjunto de cavalos que te dê opções, e que você possa alternar em diferentes categorias e diferentes concursos. Assim, se um cavalo não se sentir bem, você pode usar outro – gerenciando-os da melhor forma possível e dando suporte para cada um deles”.

Na mesma entrevista, o cavaleiro conta que nos treinos em casa trabalha mais Adestramento que Salto com seus cavalos. Sempre tentando deixá-los relaxados e felizes. Clima que envolve toda a propriedade da família em Borken, na Alemanha.


Após inúmeras vitórias em GPs, um título olímpico e da Copa do Mundo FEI, Marcus Ehning conduziu Plot Blue na última prova antes da aposentadoria do animal, quando cruzou o picadeiro com lágrimas nos olhos em uma homenagem
no dia 11 de dezembro de 2015


Montando mais de 10 cavalos por dia, a rotina do cavaleiro é corrida, com o treinamento de cavalos novos e de alta performance, além do acompanhamento de seus alunos. Entre seus aprendizes que já se tornaram referências no esporte de alto nível internacional estão o irlandês Bertram Allen e a americana Reed Kessler, que com apenas 18 anos representou seu país nos Jogos de Londres 2012, sendo a atleta mais jovem a participar da modalidade na história.

Marcus Ehning, que é um dos símbolos da equitação clássica alemã nos dias de hoje, é casado com uma das maiores referências do Volteio, Nadia Zülow, alemã que tem quatro títulos mundiais.

Resultados de maior destaque de Marcus Ehning:

Olimpíadas
Ouro por equipes – 2000 Sydney  
Campeonato Mundial
Bronze por equipes – 2006 Aachen
Campeonato Europeu
Ouro por equipes – 2005 San Patrignano
Ouro por equipes – 2003 Donaueschingen
Ouro por equipes – 1999 Hickstead
Prata por equipes – 2007 Mannheim
Bronze individual – 2003 Donaueschingen

 
Confira a passagem de Marcus Ehning e Plot Blue em London 2012: 

 

 

Referências
Sportferde Ehning
Wikipedia – Marcus Ehning
Wikipedia – Volteio  
World of Showjumping
NF Style