01.08.2017

Ferradura na medida certa

Entenda a importância do ferrageamento de qualidade para o seu cavalo

Muitas vezes os criadores de cavalo, principalmente aqueles que estão começando ou que utilizam a tropa para momentos de lazer com a família e amigos, não tem noção da importância do ferrageamento e do trabalho do ferrador.

Mas, afinal, por que usar ferradura? “Na utilização do cavalo para diversos fins, o desgaste do casco é maior do que seu crescimento. Quando esse desgaste é acentuado, ele fica sensível e o animal não consegue realizar suas atividades”, explica o ferrador há quase 30 anos, Robson Le Mener.

No caso de animais adultos que ficam soltos nos piquetes das fazendas e trabalham pouco, Robson explica que, por passarem o dia andando, os cavalos desgastam naturalmente o excesso de casco e não é tão necessário o uso da ferradura. Mesmo assim, como o casco pode crescer de forma irregular, pela pisada do animal ou terreno irregular, é interessante fazer a manutenção de casqueamento.

 

A ferradura foi inventada por volta do século 10, pela necessidade de proteger e preservar o casco. O equipamento chegou a ser feito de grama e couro, até se tornar a ferradura que conhecemos, que hoje pode ser feita de diversos materiais e formas. A escolha da ferradura ideal para o seu cavalo não é ao acaso, é feita de acordo com as condições morfológicas do seu animal e também leva em conta a atividade que ele pratica. Nas palavras de Robson: “A ideia principal para um ferrador de cavalos de esporte é conseguir proteger esse cavalo de lesões, tentando tirar o máximo do desempenho esportivo dele”.

O período de troca e manutenção para os cascos do seu animal varia de 4 a 6 semanas. O intervalo varia de região para região ou estação do ano, já que em lugares mais úmidos, o casco cresce mais, e onde o terreno tem mais pedras, ele pode apresentar um desgaste maior. “Este é o tempo para o casco crescer aproximadamente 1cm, que é uma margem boa para você cortar e tirar os cravos em uma altura em que a ferradura vai ficar bem segura até a próxima visita”.

 
As ferraduras de plástico também são fixadas com cravos e, atualmente, já oferecem maior variedade de formas e tamanhos
 

O valor deste serviço costuma variar entre 150 e 200 reais, dependendo da região e experiência do ferrador. É importante ter o acompanhamento de um profissional com conhecimentos para fazer um trabalho de qualidade, já que isto vai influenciar no bem-estar e performance do seu cavalo. O ferrador bem qualificado é aquele que faz cursos de atualização e tem conhecimentos sobre anatomia e sistema locomotor dos cavalos, pois tudo isso é determinante na hora de fixar as ferraduras.

Novidades do mercado

Apesar de ainda não terem atingido muita popularidade aqui no Brasil e trazerem opiniões controversas entre ferradores, veterinários e criadores, essas marcas buscam fugir das ferraduras convencionais, vendendo uma ideia de produto mais confortável e prático.

A Glushu usa cola para fixar a ferradura de metal convencional, e também oferece um modelo com suporte para a ranilha. Segundo a empresa, o produto diminui os danos à parede dos cascos e pode ser usada por cavalos que apresentam lesões e inflamações.

 

 

Já a empresa austríaca Horse Runners colocou no mercado um substituto da ferradura que promete um sistema de absorção de choque em todos os terrenos e praticidade na para limpar e trocar o equipamento.

  

 

Sobrou alguma dúvida ou tem sugestões para outros temas? Escreve pra gente através do email apoio@chevaux.com.br

 

 

Referências:

Wikipedia
Blog Agroline
Paixão por Cavalos
Portal Equinocultura
Meio Rural
Brasil Hipismo
Horse Runners