28.11.2016

Encerramento do Chevaux CSN Brasília Indoor foi de muita emoção e quebra de recordes

O evento reuniu cavaleiros de oito estados e teve quatro dias de disputas e confraternização

O Chevaux CSN Brasília Indoor aconteceu de quinta a domingo, 24 a 27 de novembro, na Sociedade Hípica de Brasília (SHBr) e foi, com certeza, um dos eventos mais emocionantes do ano para o hipismo brasiliense. A competição reuniu cavaleiros de todos os níveis, desde iniciantes até atletas de alto rendimento, com importantes títulos nacionais e internacionais, e também participação olímpica, com o representante do Brasil nos Jogos Rio 2016, Stephan Barcha.

O concurso se encerrou no domingo com muita emoção na prova 4 barras Chevaux. Nesta disputa, o título seria do conjunto que saltasse mais alto, em uma série de quatro verticais, com aumento gradativo da altura. O campeão foi Stephan Barcha e Chevaux Unforgettable, com o impressionante salto de 1,80m. Em segundo lugar, ficaram empatados: Thiago Ravy, com Mc Grafgirl; Juliano Joffily, com VDL Capriccio; e Marcos Ribeiro dos Santos, com Albar Zuca GMS.

 

Stephan Barcha e Chevaux Unforgettable levaram o primeiro lugar na disputa das 4 barras Chevaux, saltando 1,80m

Ao término da prova, nenhum coração parou de bater forte porque, ao abrir a pista para quem quisesse se arriscar a bater o recorde brasiliense e saltar 2 metros, João Marcelo Muniz e Juliano Faleiro aceitaram o desafio. Montando Valdivino, João Marcelo foi o primeiro a quebrar o recorde, levando a torcida a loucura, o cavaleiro comemorou com todos os amigos cavaleiros que, ao verem o feito, invadiram a pista para a primeira de muitas comemorações.

Depois foi a vez de Juliano, que voltou recentemente às pistas após um período de 8 anos sem montar e, com o castanho Capriccio, igualou o recorde de 2 metros de João Marcelo, sem qualquer toque nas barras. A comemoração também não ficou atrás da recebida pelo primeiro cavaleiro: aplausos, gritos, uma emoção que não cabia em quem presenciou os saltos de tirar o fôlego.

João Marcelo Muniz, com Valdivino, (dir.) e Juliano Faleiro, com Capriccio, (esq.), bateram o recorde brasiliense de altura: 2 metros 

 

Outro ponto alto da competição foi a prova Saga Carro X Cavalo. Nesta disputa, o cavaleiro deveria completar um percurso o quanto antes, desmontar, saltar um obstáculo a pé e entrar no carro, onde sua dupla o espera no volante para fazerem um percurso no veículo, também contra o relógio. A prova, que lembra uma gincana, lotou as arquibancadas do picadeiro coberto da SHBr e fez todos os presentes torcerem muito pelos competidores. Em clima de muita festa e diversão, a dupla campeã foi Stephan Barcha e o sócio da Chevaux, Dudu Barreto, que conduziu o veículo com velocidade e precisão.

 

 

Pódio da disputa Saga Carro X Cavalo: 

1º: Stephan Barcha e Dudu Barreto
2º: Luiz Felipe Pimenta e Juliano Joffily Leuman
3º: Iury Borges e Gisele Borges

 

Além das duas provas especiais, o evento contou com mais uma disputa muito emocionante: a Copa Ouro Chevaux, GP que distribuiu 15mil reais em premiação após os conjuntos saltarem obstáculos a 1,30m. Depois da primeira volta, 12 conjuntos foram para o desempate, que agitou a torcida ao final da apresentação de cada um dos cavaleiros. Com 31 segundos e 67 centésimos a vitória foi para Luiz Felipe Pimenta Alves e Amstel TW: “é muito satisfatório poder ganhar em casa, principalmente, e essa iniciativa da Chevaux com a federação foi muito boa, esse concurso é maravilhoso e só tem a acrescentar ao hipismo de Brasília".

 

Foi um final de semana emocionante, animado e de confraternização entre os apaixonados por hipismo. O primeiro ano da Chevaux no Salto se encerrou com este evento e foi um sucesso, com cinco provas, número crescente de participantes e um futuro promissor. “Este foi um ano, sem dúvida de aprendizados, de entrar no cenário do Salto e fazer com que as pessoas conheçam o trabalho da Chevaux. No ano que vem tem mais”, avalia Dudu Barreto, sócio da empresa.