19.12.2017

Cavalos e cultura

Conheça alguns museus que todo apaixonado por cavalos vai adorar conhecer

Em diferentes países e com foco em diferentes temáticas dentro do universo equestre, esses museus são sem dúvida um ótimo passeio e ponto turístico para quem pratica hipismo ou gosta de cavalos. Confira:

International Museum of the Horse
Lexington - Kentucky, Estados Unidos
Com diversas exposições permanentes, temporárias e até online, o “Museu Internacional do Cavalo” fala desde a origem evolutiva destes animais até seu uso contemporâneo além das atividades recreativas, explicando cada uma das disciplinas FEI na exposição “Horse in Sport”. Outras mostras interessantes são “Al-Marah”, que utiliza tecnologia e obras históricas para apresentar a história da raça Árabe aos visitantes, e a “Black Horsemen of the Kentucky Turf”, exposição que celebra os americanos com descendência africana que foram tão importantes no turfe estadunidense, como já destacamos no post do "Dia da Consciência Negra".

Musée Vivant du Cheval
Chantilly - Oise, França
O “Museu do Cavalo” foi inaugurado em 2013 e faz parte do tour pelo vinhedo de Chantilly, que conta com passeio pelo castelo do século XIX onde morou Henri d’Órléans, também conhecido como Duque de Aumale, os belos jardins e estábulos da casa imperial. Com arte e etnologia, o museu explora a relação entre homens e cavalos desde o início da civilização. Para quem vai viajar para Paris, o museu é uma alternativa acessível, a 45 minutos de trem da capital francesa.

 

Museu Mangalarga Marchador
Cruzília – Minas Gerais, Brasil
O museu está instalado em uma das casas que pertenceu à Fazenda Bela Cruz, uma das propriedades pilares da raça. Inaugurado em 2012 e com entrada gratuita, os visitantes vão conhecer a origem desta raça nacional, entender a andadura diferenciada, as aptidões e características peculiares do cavalo Mangalarga Marchador, além de ter acesso a muitas outras informações sobre a raça.

The National Cowgirl Museum & Hall of Fame
Forth Worth Cultural District – Texas, Estados Unidos
Com elementos interativos, como um cavalo de rodeio mecânico para os visitantes, o museu recebe exposições sobre mulheres famosas do passado e presente do meio western americano. Para quem gosta do estilo country e tem vontade de conhecer mais sobre esta cultura americana, o museu é um ponto turístico imperdível.

National Museum of Polo and Hall of Fame
Lake Worth – Flórida, Estados Unidos
A uma pequena caminhada dos campos de Wellington, uma das maiores capitais equestres do circuito internacional, os apaixonados por cavalos podem conhecer o único museu de polo do mundo. Para quem tem curiosidade de saber mais sobre essa disciplina, que é muito praticada na Argentina e na Inglaterra, o museu apresenta o esporte com objetos de até 2.600 anos até hoje, além de exposições temporárias.

 
 

Pony Express National Museum
St. Joseph – Missouri, Estados Unidos
O museu se localiza onde ficava o estábulo original de onde, em 1860, o primeiro cavaleiro do sistema de correios “Pony Express” saia para a jornada de 2.000 milhas até Sacramento, na Califórnia. Esta foi a primeira linha de correio a atravessar os EUA de leste a oeste e inspirou o esporte que hoje conhecemos como Enduro Equestre. Orginalmente, o “Pony Express” tinha postos de troca de cavalos, que variavam de 10 a 15 milhas, e os cavaleiros eram substituídos a cada 75 ou 100 milhas

Westphalian Horse Museum
Münster - Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha
Conta com uma grande área que abriga o hall do museu, uma área aberta para as crianças brincarem e conhecerem diferentes raças de cavalos, além de área para receber eventos e lojinha temática. O museu fica no zoológico Allwetterzoo Muenster, que também é um ótimo destino para os visitantes.

National Army MuseumMusée de L’Armee
Londres, Inglaterra / Paris, França
No post sobre o cavalo “Marengo”, de Napoleão Bonaparte, nós também comentamos sobre dois museus que tem atrações para os que gostam de unir a paixão por cavalos à história. O esqueleto do cavalo Marengo está em exibição desde 1960 e, após passar por uma restauração recentemente, atualmente faz parte do acervo do “Museu Nacional do Exército”, em Londres, na Inglaterra. Já o cavalo Vizir, que também acompanhou Bonaparte em importantes batalhas, foi empalhado e pode ser visto pelos visitantes do “Museu do Exército”, em Paris.

 

Já foi em outro lugar que todos os apaixonados por cavalos vão adorar conhecer e saber mais sobre a cultura dos cavalos ou esportes equestres? Conta pra gente pelo Facebook ou escreva para o apoio@chevaux.com.br