11.12.2017

10 maneiras de acalmar seu cavalo

Você tem um cavalo assustado ou traumatizado? Experimente estas 10 dicas de Trixie Hodges para acalmar seu cavalo

Toque seu cavalo em todos os lugares
Isso pode parecer um pouco estranho quando estamos falando de evitar sustos quando estamos montados, mas eu aposto que se seu cavalo fica assustado com uma sela, ele também tem reações ao ser conduzido com guia.

O processo de desensibilizar realmente deve começar com seu cavalo aceitando você no espaço dele, e quero dizer em todos os lugares. Você precisa poder tocar seu cavalo das pontas das suas orelhas até sua barriga, entre as pernas e os quatro pés - sem que o animal se afastasse.

Uma vez que você possa fazer isso, pode progredir para esfregar um pano em todo o seu cavalo. Depois, pode usar algo curioso e estranho, como um papel bolha e, em seguida, algo realmente chato, como uma sacola de plástico. Se o seu cavalo não aceitar sua mão ou você não se sentir seguro por causa de suas reações, tente usar uma esponja amarrada no final de uma vara em primeiro lugar, em seguida, torne a vara mais curta até o cavalo aceitar sua mão.

Estar ciente
É muito importante estar plenamente consciente da linguagem corporal do seu cavalo o tempo todo. Você é mordido, chutado ou pisado com frequência? Provavelmente você não está lendo seu cavalo muito bem. Não escute música quando você está cuidando, treinando ou fazendo exterior com seu animal. Concentre-se em seu cavalo e nos sinais sutis que ele está lhe dando. Desta forma, muitas vezes você pode antecipar suas reações com o ambiente, e prevenir acidentes e lesões para si mesmo e até para seu cavalo.

Faça o trabalho de base
Pesquisas mostraram que os cavalos treinados regularmente são mais comportados sob sela. O tempo e a comunicação são fundamentais aqui. Quanto mais seu cavalo entender seus pedidos, mais respostas positivas ele dará, por exemplo, para ficar parado sem se mexer ou ir aonde você pedir que ele vá.

Esforços com recompensas  
Você precisa premiar seu cavalo toda vez que ele fizer algo certo. Seu cavalo precisa entender "SIM" para evitar confusão. As recompensas podem ser muito motivadoras e os cavalos tentam frequentemente repetir suas ações se forem recompensados positivamente.

Compreenda o reforço positivo
O reforço positivo simplesmente significa dar ao cavalo algo que fará com que a ação seja mais provável de ser repetida. Para os cavalos, isso pode significar coçar ou dar “tapinhas” no pescoço, além de recompensas com comida.

Coçar o pescoço é preferível do que os tapinhas, porque palmadas não são algo natural para o cavalo, enquanto se coçar faz parte do comportamento natural de limpeza. Além disso, pesquisas indicam que coçar o pescoço pode abaixar a frequência cardíaca do cavalo, ou seja, pode ser útil para acalmar cavalos nervosos.

As recompensas com comida precisam ser entregues com cautela e no tempo certo. O treinamento de Clicker pode identificar o momento preciso em que a ação foi realizada corretamente e vale a pena segui-lo para se comunicar com seu cavalo com clareza.

Treine ajudas leves
Para mim, as ajudas leves não são apenas sobre a capacidade de resposta, elas também são sobre a confiança e a vontade do animal. Os cavalos que têm a boca difícil e resposta lenta à perna aprendem a se desligar e não ouvir o cavaleiro, devido a recepção de ajudas conflitantes. Por exemplo, o cavaleiro dá uma pernada para avançar, perde o equilíbrio com a resposta rápida do cavalo e puxa as rédeas. Outro exemplo, o cavaleiro usa as rédeas parar criar uma postura do pescoço do animal e empurra com a perna, mas não libera a rédea e mantém o contato (e o pedido de parar).

Montar com as rédeas soltas
Um cavalo que pode caminhar, trotar e galopar com as rédeas frouxas, enquanto mantém equilíbrio e ritmo é um cavalo confiante. Seu cavalo precisa assumir o controle de seus próprios pés e ser independente. Isto é especialmente importante no passo. Em terreno acidentado, deixe o cavalo colocar a cabeça para baixo para que possa ver aonde está indo.

Um cavalo que é capaz de ver o ambiente e descobrir por si mesmo que é seguro tem menos probabilidade de ser um animal assustado. Mas isso não significa que você pode se desligar! Você precisa estar plenamente consciente do ambiente e também das reações do seu cavalo.

Não se afaste
Se seu cavalo assustar ou ficar com medo e se recusar a avançar, você precisa ter tempo para deixar a situação se desenrolar. Não deixe que o seu cavalo se afaste do que o preocupa ou assusta. Eu incentivaria a investigação, realmente indo até o objeto e tocá-los com eles para desensibilizar. O treinamento de Clicker também pode ajudar com isso, pois você pode recompensar todos os esforços do animal e, assim, motivá-lo.

Se o animal está assustando com algo que você não quer que eles toquem, como fogo ou um cachorro latindo, permita que o cavalo enfrente e olhe para ele. Você precisa conseguir evitar que o cavalo fique girando. Se você não for capaz de fazer isso, pode montar um animal mais calmo, ou pode levar sempre uma guia e, em situações como esta, desmontar e conduzir o cavalo (o que muitos animais achariam mais reconfortante, principalmente se você se colocar entre o cavalo e o objeto que o assusta). Pesquisas indicam que a maioria dos cavalos fazem um esforço para avançar depois de 13 segundos de pé, avaliando o objeto que o assusta.

Regra de cinco
Andrew McLean diz que os cavalos aprendem de maneiras diferentes e uma delas é a "generalização". Em outras palavras, o cavalo deve ser exposto a algo em cinco situações diferentes para aceitar o objeto. Por exemplo, se o seu animal tem medo de porcos, ele precisa passar pelo processo de ‘desensibilizar’ em cinco lugares diferentes antes de aceitar passar por um porco sem medo. Vá encontrar esses porcos!

Não fique sempre evitando
Encare seus problemas de frente. Seu cavalo está com medo de Velcro? Exponha o animal à Velcro diariamente. Assustado com tratores? Encontre um pátio onde o trator possa ser usado perto do seu cavalo diariamente, por exemplo, para transportar feno. Assustado com vacas? Seu cavalo pode compartilhar o pasto com algumas? Esteja preparado para gastar muito tempo na resolução destes problemas. Procure oportunidades de exposição. Vá até o pasto das vacas, desmonte e fique de pé com seu cavalo até que ele comece a pastar, depois volte para casa.

O processo de acalmar o seu cavalo leva tempo, exige consistência e paciência, mas você pode fazer isso se realmente quiser.

 

Trixie Hodges BHS II SM trabalha na indústria do cavalo há 20 anos. Trixie trabalhou como tratadora, instrutora, amazona, juiza e palestrante. Ela gosta de trabalhar com cavalos resgatados e animais nervosos e sensíveis. Trixie tem um forte interesse pela ética no treinamento de cavalos e atualmente está treinando seu ex cavalo de corrida sem bridão ou ferradura. Visite o blog de Trixie: www.paintingsdrawingsscribbles.com

 

Confira o texto original publicado no Savvy Horsewoman.
http://www.savvyhorsewoman.com/2015/11/10-ways-to-de-spook-your-horse.html